Criação e Consolidação de Centralidades

Objetivos

* Desenvolver áreas do Município, empoderando comercialmente e administrativamente;
* Utilizar e implementar áreas periféricas para o desenvolvimento de atividades econômicas e sociais, diminuindo os deslocamentos e com isso o custo com o transporte;
* Implantar serviços particulares em áreas mais afastadas visando o desenvolvimento de todas as regiões do Município de forma igualitária, equilibrada e vocacional;
* Redução de distâncias de locomoção;
* Gerenciamento da cidade na escala adequada: humana;
* Proporcionar uma estrutura espacial clara, escalonada, que prioriza a provisão de serviços básicos para todos, criando territórios espacialmente claros;
* Obter regulações que priorizem a diversidade social e o uso misto do solo, com vistas a oferecer um espectro atraente e acessível de serviços, moradia e oportunidades de trabalho para uma ampla gama da população, mantendo um ciclo contínuo de uso em cada região e local da cidade;
* Oferta de moradia, serviços e emprego próximas umas as outras;

Indicadores

* Manutenção de cadastro quantitativo de avenidas e ruas que caracterizam centralidades no município;
* Definição de pontos de equipamentos comunitários ou privados de porte, que incentivem o desenvolvimento de determinadas A1:K14 e localizações do Município;
* Quantificação da infraestrutura implantada pelo Município, concessionários e outros órgãos, em sistema de informações geográficas – SIG;
* Espacialização e atualização constante de cadastro de atividades econômicas em sistema de informações geográficas – SIG;
* Controle do número de passageiros transportados em cada linha do transporte público em sistema de informações geográficas – SIG;

Ações/Metas

* Criar e implementar áreas de centralidades;
* Atribuir regime urbanístico permissivo as áreas e corredores de centralidades;
* Qualificar com infraestrutura e equipamentos setores periféricos da cidade;
* Identificar as vocações por áreas da cidade;
* Exigir investimentos e contrapartidas na produção do espaço físico do Município através de implantação de infraestrutura e equipamentos;
* Incentivar o uso de transportes alternativos e coletivos (App’s, bicicletas, faixas exclusivas de transporte coletivo;
* Miscigenar usos (residencial e serviços), considerando a compatibilidade entre eles, em zonas permitindo usos continuados em todas as regiões, sem abandonos em determinados períodos;

Sugestões/Opinião/Dúvidas Clique Aqui