Mais de 4 mil famílias receberam roupas da Casa Solidária

Em apenas 5 meses, 4.020 famílias pegaram alguma roupa na Casa Solidária. O espaço foi criado em maio deste ano para ajudar as pessoas que não têm nem o que vestir. Ao todo, o local recebeu 70.200 peças de roupas. Foram doações feitas em diversas campanhas ou diretamente na Casa. Desse montante, 61.060 já estão sendo aproveitadas pelas famílias carentes da nossa cidade.

A gente sabe que muitas pessoas não têm condições de ir até a Casa Solidária; então, nós fomos até elas. Foram feitos mutirões de distribuição nos bairros São Jorge, Nova Guaíba, Logradouro, Ipê, Primavera, Cohab e Alto Jardim. Hoje, nosso estoque conta com menos de 8 mil peças; faltam roupas e calçados, principalmente para crianças. No entanto, o pior passou, que era o inverno. De qualquer forma, a Casa Solidária funciona durante todo o ano. Então, vamos seguir recebendo e distribuindo roupas a quem precisa. Afinal, quem não gosta de andar bem arrumadinho?!

A Casa Solidária é organizada pela 1ª Dama, Márcia Sperotto. Ela conta com uma funcionária e com a colaboração de voluntários: “Modéstia à parte, esse é o trabalho mais bonito da prefeitura. É tão especial, que a gente conta com a ajuda de pessoas que vêm de outras cidades para fazer esse trabalho voluntário. Tem a história de uma senhora que me toca muito. Ela vem aqui olhar as roupas, escolhe uma ou outra peça, e num desses dias ela me falou: ‘eu sofro de depressão, e esse momento, aqui na Casa Solidária, me faz tão bem, eu me sinto melhor.”

E você sabe quanto custa pra prefeitura manter a Casa Solidária? Quase nada. O salário de um funcionário e o gasto básico de luz e água.

Onde fica:

Rua Coronel Serafim Silva, ao lado dos Correios, no Centro.

Horário e dias de funcionamento:

Segunda a sexta – das 8h30 às 17h30

Fotos dos trabalhos realizados na Casa Solidária, no Logradouro e na Cohab