Corsan detalha projeto de PPP em encontro com prefeito e representantes do Executivo

O prefeito José Sperotto, acompanhado do secretário de Governo, Rodrigo Pedroso, do diretor de Habitação, Jocir Panazzolo, e do assessor superior da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento, Beto Scalco, conheceu detalhes da Parceria Público-Privada (PPP) da Corsan para a universalização do esgotamento sanitário de Guaíba e de outras oito cidades da Região Metropolitana.

Segundo a Corsan, com a PPP, será viável que Guaíba tenha 100% do esgoto tratado até 2028. Além disso, com as obras, devem ser criados 32,5 mil empregos diretos e induzidos, nos municípios envolvidos, gerando renda de R$ 2,9 bilhões durante os 11 anos de execução.

A consulta pública para receber sugestões ao edital foi lançada nesta terça-feira (26) pelo governador José Ivo Sartori. O projeto prevê obras e a operação do esgoto pelo parceiro com recursos privados com um contrato de 35 anos, no valor total de R$ 9,4 bilhões. Em 11 anos, a empresa contratada deve investir R$ 1,8 bilhão.

Guaíba

Até o momento, foram investidos R$ 58 milhões na Estação de Tratamento de Esgoto, em três estações de bombeamento de esgoto e em redes de coleta de esgoto. O Centro e o Balneário São Geraldo serão os primeiros a terem o esgoto coletado e tratado, visto que as redes coletoras já estão instaladas. Colina, Parque 35, Coronel Nassuca, Fátima, Ramada e parte do Centro já estão com obras de instalações de redes coletoras licitadas e estarão prontas para terem o esgoto tratado no primeiro semestre de 2018. Dessa forma, Guaíba terá 24% do esgoto tratado em 2019. A próxima região a ser licitada é da Cohab, Santa Rita e arredores. Com trabalhos concluídos, Guaíba fechará 2021 com 45% do esgoto tratado.

O encontro

O secretário de Obras, Saneamento e Habitação do Rio Grande do Sul, Fabiano Pereira, e o presidente da Corsan, Flávio Ferreira Presser, apresentaram a PPP. Também participaram os prefeitos Ernani de Freitas Gonçalves (Eldorado do Sul), Miki Breier (Cachoeirinha), Leonardo Duarte Pascoal (Esteio), André Nunes Pacheco (Viamão); o vice-prefeito de Sapucaia do Sul, Arlênio da Silva; e representantes dos Executivos de Alvorada e Canoas.

Fotos: Gustavo Gossen