Casas de Acolhimento de Guaíba recebem melhorias e ganham novos nomes

Os serviços realizados nas casas de acolhimento de Guaíba foram aperfeiçoados com o aumento de profissionais envolvidos. A equipe técnica, que antes era composta por uma assistente social e psicóloga, agora é composta por duas equipes técnicas e nutricionista.

“Há um ano, em janeiro de 2017, eram 36 acolhidos. Com o aumento da equipe técnica e com o trabalho em equipe com o Ministério Público, conseguimos atender com mais agilidade, possibilitando que audiências fossem agendadas e realizadas mais rapidamente, dando mais agilidade nos processos de adoções e reintegração familiar. Ao longo do ano passado, foram 7 adoções e 14 reintegrações. Atualmente, são 22 acolhidos”, comentou o secretário de Assistência Social, Luís Ernani Alves, o Chacrinha.

Uma outra novidade são os novos nomes das casas, visando um atendimento mais harmonioso e humanizado.

Casa 1 – Nascer do Sol
Casa 2 – Fraternidade
Casa 3 – Cantinho do Amor

A escolha deu-se através de uma assembleia, na qual acolhidos, educadores e vizinhos participaram da decisão, permitindo também o envolvimento da comunidade.

Foto: Gustavo Gossen